Think Tank Tuga

Sunday, February 06, 2005

Jantar Asiático

Ontem foi uma noite bem passada. E a definição de noite bem passada implica ou uma noite inteira a dançar salsa ou, por outro lado, uma noite passada na melhor das companhias, que são os bons amigos, aqueles de sempre, aqueles que proporcionam noites de boa conversa e convívio, e com quem é um prazer imenso partilhar as últimas novidades e com quem é possível desabafar um pouco acerca agruras da vida diária.

Ontem fomos todos a um restaurante, com o nome original de Restaurante Asiático, que serve comida Tailandesa, Vietnamita e Japonesa (e que para os mais curiosos fica na Rua Gilberto Rola, em Alcântara). O restaurante não é nada de especial. Por um lado, existem restaurantes Japoneses e Tailandeses e Portugueses de gabarito, e para além disso, o staff deste restaurante é de origem Chinesa, o que faz com que este restaurante seja essencialmente Chinês, com uma comida Tailandesa e Vietnamita "achinesada" (não provámos a comida Japonesa, porque era um restaurante separado), mas por outro há que dar mérito a estes Chineses que tiveram a coragem de inovar e de apostar num autêntico nicho de mercado que ainda é a comida Tailandesa e Vietnamita. Por outro lado, restaurantes Vietnamitas que eu saiba não há nenhum de raiz em Lisboa, e Tailandeses há poucos e são caros, por isso aplaudo estes esforços, mesmo que estejam longe de serem perfeitos. A cidade precisa de pessoas com este espírito*
O Duarte teve a excelente ideia de convidar a Mariana, uma amiga sua de longa data, e uma rapariga impecável, cinco estrelas. No entanto, ela era a única rapariga num universo de sete homens, facto que foi compensado pelo facto de nós sermos todos uns gajos porreiros. Mas ficou no ar a ideia de que para a próxima (sim, porque um jantar destes uma vez por mês seria óptimo) deveria haver mais raparigas, não só para não haver só uma menina, mas também porque se já somos todos uns gajos porreiros e criamos um bom ambiente, o que é que não será o ambiente com mais umas duas raparigas porreiras!

A seguir fomos todos para a recém-inaugurada casa do Nuno, mas para isso passo a palavra para o Duarte , que vai contar o resto da noite no blogue dele.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home