Think Tank Tuga

Thursday, May 26, 2005

Revista Atlântico

A revista Atlântico é um autêntico think-tank Português. Recomendo vivamente.

Wednesday, May 25, 2005

Gato Fedorento

Não resisto a transcrever isto, retirado de um suplemento especial do último número da revista Visão. Foi escrito por Ricardo Araújo Pereira, um dos autores do afamado Gato Fedorento .

" (...) No dia 28 de Fevereiro de 1904, meia dúzia de rapazes reuniram-se nas traseiras da farmácia em que alguns deles trabalhavam e fundaram um clube. Cento e um anos depois, esse clube continua a deixar cada vez mais gente eufórica. Nem medicamentos genéricos nem de marca: a única coisa saída de uma farmácia que melhora verdadeiramente a saúde de milhões de pessoas é o Sport Lisboa e Benfica. (...)"

Livros

Hoje consegui que um DIM (delegado de informação médica), me arranjasse um livro Americano de Pediatria muito bom. Felizmente, ainda sou aluno, e por isso quando ele me pediu o nome e número de cédula para me "marcar" (os laboratórios farmacêuticas levam muito a sério a máxima "não há almoços grátis" - esperam que haja "reciprocidade" a longo prazo), e eu lhe disse que ainda era aluno, não deve ter ficado nada contente. Perdeu a oportunidade de "obsequiar" um médico a sério. Eu sempre me posso refugiar na máxima dos mais novos serem os que têm mais necessidade de aprender!
Com este "golpe" genial, ganhei o dia!

A ponta do icebergue

Com um défice de 7%, dá que pensar o que é que acontece aos fundos comunitários miliónários que temos recebido ao longo dos últimos anos. Não só somos bons no futebol, como somos campeões do desperdício! O crescimento previsto da nossa economia para este ano baixou para este ano, o que vai acentuar ainda mais a nossa crescente divergência face à União Europeia. Não é nada que não esteja previsto, mas é a maneira que mais rapidamente caminhamos para o fundo da tabela da União Europeia... a 25 países! Daqui a 5 anos até julgo que já teremos sido ultrapassados pela República Checa, Hungria e Eslováquia, ou até mesmo a Estónia, e relativamente ao primeiro, vai demorar ainda menos tempo. Acho que já não vou viver para ver Portugal convergir com a média da União Europeia...
O défice orçamental até seria uma questão secundária se na sociedade Portuguesa não houvesse também défice de iniciativa, empreendorismo, auto-confiança, impunidade perante a lei, transparência, e de provavelmente 100 coisas mais. O défice orçamental é apenas a ponta do icebergue.

Tuesday, May 24, 2005

António Guterres

O meu pai hoje disse "no meio desta miséria toda, ainda acontece qualquer coisa de jeito." Ele não estava a referir-se a efemérides como a vitória do Benfica no campeonato mas à nomeação de António Guterres para próximo Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, uma espécie de Comissário Europeu à Americana. Isto pode parecer algo que não diz nada ao comum dos Tugas, e é verdade (o facto de Durão Barroso ser Presidente da Comissão Europeia também não aquece os Portugueses), mas a verdade é que apesar do seu tamanho e pequena importância, Portugal conseguiu arrebatar um lugar que estava a ser altamente disputado por várias potências mundiais, como a França. Atenção que Guterres conseguiu o cargo depois de duas rondas de entrevistas e de bater mais 7 candidatos de peso, todos com tarimba na alta roda da política e dos organismos internacionais. Confesso que fiquei surpreso, pois os Americanos estavam mais inclinados para apoiar o candidato interno (o Tunisino, que já era o Comissário-Adjunto), e o próprio Guterres não percebia muito de refugiados e não tinha qualquer experiência na área, mas pelos vistos levou a lição bem estudada, e os Americanos renderam-se às capacidades diplomáticas do Português, que assegurou apoios de todo o mundo (de Madrid ao Brasil) e foi ganhando o respeito dos Americanos. Guterres junta-se a Barroso (União Europeia), Mourinho (Chelsea Futebol Clube) e companhia, Tiago Monteiro (Fórmula 1), e a muitos outros Portugueses que, com mais ou menos protagonismo, vão fazendo carreira ao mais alto nível por esse mundo fora, e que ajudam, com a qualidade e os resultados do seu trabalho, a atenuar a má imagem externa do nosso país. Desejo a maior das felicidades a Guterres, e só espero que não lhe aconteça o mesmo que aconteceu ao seu predecessor, Ruud Libbers, que se demitiu por acusações de assédio sexual!

Sunday, May 22, 2005

Desporto alternativo

Ok, o Benfica ganhou o campeonato. Poucos se aperceberam que neste fim de semana a selecção nacional de Voleibol ganhou de uma assentada à Áustria, Estónia e Letónia e apurou-se para a 3ª e última fase de apuramento para o campeonato do mundo de voleibol, selecção esta que há bem poucos anos não dava uma para a caixa. Parabéns rapazes! Ou por outro lado, que a Telma Lopes ganhou a medalha de bronze no campeonato da Europa de Judo. Por uns momentos, sinto-me aliviado por ainda haver um mundo desportivo nacional para além do futebol!

Investigação científica

Portugal foi expulso esta semana da European Science Foundation, uma importante entidade ligada à investigação científica, por não pagamento de quotas, e a sua participação noutras organizações ainda mais importantes, como o CERN, também se arrisca a conhecer semelhante destino. É claro que isto não é a mesma coisa do que ser expulso da União Europeia, mas ilustra bem as prioridades de um país que teima em não andar para a frente. Claro que a maior fatia de culpa recai na classe política, que é constituída principalmente por pessoas ligadas às letras (o que por si só não tem mal nenhum, o problema é que não devia ser a maioria!), que não valorizam tanto o papel da ciência na evolução das sociedades modernas. Eu sinceramente gostava que Portugal fosse mais que Futebol, vinho, sol e mar, e se afirmasse também em áreas de ponta. Esta expulsão implicou que os projectos Portugueses financiados pela ESF fossem cancelados. Foi um passo atrás. Isto é para continuar?




Saturday, May 21, 2005

Os Americanos foram prejudicados esta semana com os seus dilemas morais típicos de uma sociedade Calvinista. Cientistas Coreanos, que não têm os mesmos problemas de consciência dos Americanos (o que deverá ter directamente a ver com a sua religião) clonaram pela primeira vez precursores de embriões (chamados blastocistos), os quais apresentam as célebres "stem-cells" (ou células estaminais) com potencial para dar origem a diversas linhagens de células. Já ninguém tinha dúvidas que os Coreanos, que eram como Portugal há uns anos, mas deram-se ao cuidado de investir fortemente na educação, dão cartas na ciência ao mais alto nível e que têm ambições de rivalizarem com o Japão como potência científica nº 1 da Ásia e de primeira água mundial. Cuidado com eles. Os Americanos tâm mais recursos técnicos e financeiros do que toda a gente, mas depois baqueiam com picuinhices moralistas. Já nós, não só não temos recursos, como também pomos imensas reservas morais. No entanto, parece que o Mariano Gago, actual Ministro da Ciência, é mais aberto que o anterior executivo em relação à investigação com células estaminais. Já não é mau.

Friday, May 20, 2005

Uma Eslovena na Guiné.

reencontrei-me ontem uma amiga Eslovena, que esteve em Portugal em Erasmus, que estava cá em trânsito para a Guiné Bissau, onde vai trabalhar durante 6 meses a dar aulas de Inglês. Um bocado maluca, mas boas notícias para o país, pois não só ela pretende aperfeiçoar o seu Português, como também pretende vir a trabalhar no futuro numa empresa Eslovena com interesses em Portugal (estuda Gestão)! Ela criou agora um blogue para a sua viagem. Não percam.

Atletas

Uma palavra para Francis Obikwelu, que bateu no fim de semana passado os Americanos todos, e ganhou os 100 e 200m no meeting do Qatar, a primeira prova do ano do circuito mundial de atletismi, com 10,05s. O mundo vai agora estar atento a este Nigeriano naturalizado Português (obrigado Francis!) que se arrisca a ser campeão do mundo em Agosto, em Helsínquia, e a bater o recorde mundial da modalidade. Já tou a ficar farto de ver aqueles Americanos carrancudos e arrogantes, e armados em vedetas sempre a ganhar. Está na altura de um Nigeriano-Português, humilde e simpático mostrar quem é que manda na velocidade! Afinal de contas, na estrada devemos ser os cidadãos mais rápidos da União Europeia!
No entanto, este homem esteve perto de se naturalizar Espanhol, pois treina em Espanha com uma treinadora Espanhola, visto não dispor de condições adequadas em Portugal.
Agora, não estou a achar nada piada ao regresso de Figo à selecção. O tipo está a sentir falta de protagonismo, já que foi relegado para o banco e para a pré-reforma pelo Wanderley Luxemburgo. Agora vê que a selecção é a única saída. Qualquer consideração que eu tivesse pelo Figo desvaneceu-se, pois o homem mostrou aqui que afinal não tem categoria nenhuma. Um grande atleta sabe sair da "spotlight" na altura certa, e Figo ainda não percebeu que o seu tempo já lá vai. Teve direito a imenso tempo de antena durante longos anos, agora já é altura de deixar outros brilharem também. Figo, tás a roubar o lugar a outro!

Wednesday, May 18, 2005

Comércio Justo

Sou um fervoroso apoiante do Comércio Justo, apesar de em Portugal ser discutível tratar-se ou não de um capricho dos ricos, tal como os produtos macrobióticos ou a agricultura biológica. Eu pessoalmente, não compro nada de Comércio Justo em Portugal, não só porque só há uma loja em Lisboa, como também por serem mais caros. Mas se vivesse noutro país Europeu provavelmente teria a vida mais facilitada. No entanto, espero que daqui a uns anos isto evolua em Portugal, e deixe de ser considerado elitista, e passe a fazer parte da nossa consciência cívica e responsabilidade social... Idealismos...

Tuesday, May 17, 2005

http://ter-um-blog-e-gay.blogspot.com/

Acho piada a este gajo . Aqui vai um extracto do blogue dele:

Viagem a Londres...(como foi mais rápida, escrevo 1º)
A minha "rapidinha" a Londres foi só para apaziguar o espirito da família! Já corriam rumores do meu desaparecimento, então lá tive que satisfazer o meu Pai e ir passar umas "mini-férias" a Londres! A razão de ir? Essa era outra. O meu Pai ia correr a Maratona (a sua 5ª, o que para um cardíaco, é bem bom) eu ia fazer umas férias! E bem que precisava, vim do Brasil esgotado... As mazelas da idade já afectam!Londres é do melhor... Na Europa, só há 3 cidades que não me importava de habitar: Londres, Roma e Barcelona! Não há ordem específica, são apenas nomes...Tive oportunidade de ir ver um joguito de bola! Não era um clássico, mas já deu para ver um verdadeiro jogo de bola! Fulham-Manchester City! Aquele jogo que acabou 1-1, com um belo golo em falta do Boa Morte, mas que no final nenhuma equipa não gostou do resultado porque podiam fazer melhor! Espetáculos são uma obrgatoriedade! Mas em tão pouco tempo, só foi ao musical dos Queen "We Will Rock You". Museus, é pena não ter visto a exposição do Caravaggio, mas fica para uma próxima visita, que ficou prometida! The Producers também é um espetáculo a ser visto! Última obra do Mel Brooks deve ter o seu belo toque...A noite é bem diferente... As gajas andam sempre com td aos saltas, e satlam para cima de quem está próximo! Aonde é que num país 3º mundista se aceita o uso de mini-saia na noite? Já se vê, mas são poucas as que ousam usar! Lá, é praticamente obrigatório, senão mesmo obrigatório! Alías, a minha "guia" (vai daqui um agradecimento para tí, Marta) diz que a maioridade atinge-se quando se usa a mini-saia! Quem não veste, não é maior...Claro que há mini-saias e mini-saias... e há bifas e bifas! Se querem saber a verdade, vi mais mulher bonita em Londres, do que em Porto Seguro e no Rio! Claro que são em pontos diferentes! Em termos de corpo, "Aleluia Irmão", Brasil é o spot... mas xiça como elas são feias! Mulher bonita, em Porto Seguro é mentira! Vi 1 se tanto, deve ter sido das gajas mais lindas que alguma vez vi ao vivo, mas é claro, era num bar de putas! Mas a carinha das bifas, havia ali qualquer coisa que me encantava...Milagres não acontecem, mas cenas estranhas até vão acontecendo... Alguém que me calcule a probabilidade de encontrar no meio de 30 e tal milhões de pessoas, uma caloira da minha faculdade, ainda por cima no metro! Vai dar muito zero não vai? Mas aconteceu...Não sei o que mais diga, até porque foi mesmo uma "rapidinha"! Quatro dias em Londres não dá para nada... Next time, fico bastante mais tempo...

Comentários

Mudei o sistema de comentários do blogue, o que torna mais simples comentar, não sendo mais preciso registar-se primeiro. Qualquer pessoa agora pode comentar!

Keep it simple

Mas que grande blogue descobri eu! vai já para as ligações!

Monday, May 16, 2005

Eleições autárquicas

Com todo o seu trânsito e obras em curso (prolongamento da linha vermelha e da linha azul do metro, Túnel do Marquês, Praça de Touros do Campo Pequeno), Lisboa está actualmente uma cidade obesa, desfigurada, balofa... é uma chatice, porque primeiro eu gosto demasiado da minha cidade para a ver assim (é como quando vemos um familiar nosso bem e pouco tempo depois vêmo-lo(a) numa cama de hospital às portas da morte, e até dizemos que é outra pessoa que está ali), e segundo, por motivos bem mais egoístas, eu vou receber a visita de uma amiga minha que vem do estrangeiro, e depois de todas as coisas boas que lhe disse de Portugal, espero que não apanhe nenhuma desilusão!
Parece que 4 anos depois, estou novamente no mesmo dilema: em quem votar para as autárquicas? Carmona vs. Carrilho. Tal como há 4 anos, quer o Santana quer o João Soares não me diziam grande coisa, e acho que este ano também não estamos muito bem servidos de candidatos.Quanto ao independente Sá Fernandes, chumbei-o logo de imediato, porque veio a público dizer no "Público" que a sua estratégia para controlar o trânsito de Lisboa passa por taxar a entrada a viaturas individuais no centro da cidade, à semelhança do que se faz em Londres, o que a mim me parece uma burrice abismal. É que uma coisa é dispor da excelente rede de transportes públicos de Londres, outra coisa é a realidade Alfacinha, em que a maior parte das pessoas depende inteiramente do automóvel para se deslocar para o seu trabalho, unicamente porque não existem transportes públicos decentes no trajecto casa-trabalho-casa. Já li uma entrevista com o Carrilho, e o homem não adiantou grandes ideias para a cidade. Quanto ao Carmona, até me parece o menos mau, mas resta saber se se saberá afirmar, ou se será um satélite do planeta Santana Lopes.
Lisboa, quando é que voltarás a ser bela? E julgava eu que tinha qualidade de vida...

Sunday, May 15, 2005

Ajuda precisa-se

Alguém sabe como é que eu instalo um sistema de "referrals" no meu blogue, isto é, saber quais é que são os sítios onde o meu blogue está "linkado", e de onde as pessoas são reencaminhadas para aqui? Obrigado.

Mais um

Tenho descoberto imensos blogues fixes de colegas médicos e quase-médicos. Aqui está mais um: Culpa do Médico.

Novo blogue

Adicionei um novo blogue de uma caloira de medicina:Ideias Dispersas

Ginásios

Eu não sei se a maior parte das pessoas que vejo no ginásio se apercebem do que é que andam lá a fazer. É que não é apenas uma questão de "valorização pessoal", como perder peso, ficar mais bonito ou em melhor forma. É acima de tudo, uma questão bem mais altruísta, profunda e preventiva, a de reforçarmos o noso corpo no sentido de evitar maleitas e lesões futuras. De facto, ir ao ginásio ou praticar desporto é hoje em dia como comprar um PPR, está-se a preparar e a investir na reforma, quando a elasticidade, a força deixarem muito a desejar... mas hoje os ginásios estão convertidos em feiras de vaidades. Investirmos hoje na nossa condição física é vivermos mais e melhores anos amanhã. Não sei é se a maior parte das pessoas está ciente disso.

Friday, May 06, 2005

Investimento estrangeiro

A última calinada de Santana Lopes: pôr Lisboa dentro das 10 cidades mais atraentes para investimento estrangeiro. Actualmente, Lisboa oscila entre a 18º e a 22ª posição, ofuscada não só pelas cidades tradicionalmente atractivas (Londres, Paris, etc...), mas agora vê-se ultrapassada por cidades com Praga, Budapeste ou Talinn. Não é muito difícil explicar este fenómeno. Para já, somos periféricos. No entanto, isso só por si não é desculpa, a Espanha também é, e é bem mais atractiva. O pior vem a seguir. Temos uma rede de transportes públicos ainda muito incipiente. Já repararam que é impossível atravessar a cidade de norte a sul ou de oeste para este rapidamente? Londres não tem esse problema. Os países da Europa Central e Leste também não, pois beneficiam de excelentes transportes, não porque tenham muito dinheiro, mas porque no tempo do comunismo, houve uma grande preocupação em criar bons transportes públicos para uma população que não tinha dinheiro para comprar um carro.
Por outro lado, a burocracia é asfixiante. Na Eslováquia já só demora uns dias a abrir uma empresa. Em Portugal nem queiram saber...
O facto de sermos a 5ª cidade Europeia que mais congressos internacionais recebe e o porto de recreio que mais cruzeiros recebe na Europa são sinais de que a cidade tem valor. O sol ainda é o que nos vai salvando, senão já andávamos pelas ruas da amargura...
Não é impossível Lisboa atingir o top-10 Europeu, mas é um alvo admitidamente muito ambicioso, e não estou a vê-lo concretizado no futuro mais próximo.

Margarida Rebelo Pinto

Eu confesso que leio os livros da Margarida Rebelo Pinto. Ainda hoje li o primeiro capítulo do novo livro dela que veio com o jornal Metro. Ela gosta de dizer que os livros dela são um retrato fiel da sociedade Lisboeta, mas eu, que sou Lisboeta de gema, não me identifico em nada com os retratos sociais que ela pinta. Eu cresci numa família de classe média a roçar no média-alta, e os livros dela passam-se todos com famílias de classe alta e média-alta. É claro que são divertidos de ler, e até acho que ela tem uma certa piada. Mas começo a ficar sem pachorra, julgo que as fórmulas dela estão a acusar algum desgaste. Mas sinceramente, se ela diz que faz um retrato fiel da sociedade Alfacinha, então onde é que está a referência aos imigrantes de Leste, à Linha de Sintra ou a Chelas? O panorama da sociedade Lisboeta e Portuguesa está a mudar pouco a pouco (a mentalidade é que parece que não acompanha a passada das transformações, mas enfim...), e é demasiado complexo (os Portugueses são um povo muuuuuuuuuito complexo) para se reduzir à Lapa e ao Monte Estoril. A Margarida Rebelo Pinto precisava de um reality-check...

Constituição Europeia

Tenho andado a ler umas coisas sobre a Constituição Europeia, pois confesso que não queria votar no referendo sem estar minimamente informado. E de facto, cheguei à conclusão que tenho poucas razões para não votar "sim". Essencialmente, a Constituição pouco vai mudar a vida de um comum cidadão como eu, e parece que vai simplificar bastante e tornar mais eficiente o funcionamento daquela máquina em Bruxelas. É claro que há sempre aqueles cépticos, que afirmam, por exemplo, que o controlo da nossa Zona Económica Exclusiva vai passar para a UE. Pois, são daquelas coisas, mas acima de tudo, o mais importante vai continuar, como sempre foi, a ser os lobbies e a defesa dos nossos interesses em Bruxelas. Algo que os Espanhóis fazem muito bem e nós nem tanto. A Constituição é apenas um detalhe. E nós não nos podemos dar ao luxo de perdermos muito tempo em detalhes. Concentremo-nos no essencial.

Tuesday, May 03, 2005

MPA

A Universidade Nova vai inaugurar este ano um programa de MPA. Não, eu não me enganei, é MPA, sigla que significa Master in Public Administration. Isto é um curso pós-graduado que visa preparar pessoas com responsabilidade em cargos de governação ou em organismos internacionais, por exemplo. No fundo, isto é o embrião de algo que em Portugal está a acontecer pela primeira vez, a preparação académica das futuras elites políticas. Uma das razões que explicam o facto de termos poucos e maus líderes em Portugal é precisamente a falta de preparação académica. Nos Estados Unidos ou em França, sabe-se há imenso tempo que existem escolas vocacionadas para preparar as futuras classes políticas. Em Portugal, parece que alguém já percebeu que esse é o caminho a seguir, e não o amadorismo profissional dominante que caracteriza os políticos. O Durão Barroso já sabia isso, e por isso rumou a Genebra para perseguir estudos de pós-graduação. Vejam-no hoje se aquilo não deu frutos...
Aliás, isto já acontece com os treinadores de futebol Portugueses modernos (que até ganham campeonatos de Inglaterra e coisas assim...), que frequentam a faculdade e nada têm nada a ver com os de antigamente. É que também se ensina a ser líder, já que ninguém nasce ensinado!

Sunday, May 01, 2005

Transportes públicos

Temos a mania de nos queixarmos dos transportes públicos de Lisboa e Grande Lisboa. Vamos lá a ver, se eu tivesse que dar uma pontuação global seria, à antiga, um suficiente menos. E isto porquê? O metro é de facto óptimo, mas a rede é muito pequena para o que poderia ser. E dado o trânsito infernal de Lisboa, era o meio de transporte ideal. Irão demorar várias décadas até que tenhamos uma rede de jeito. É ridículo, por exemplo, eu ter de sair no rato e esperar dez minutos por um autocarro para chegar à Infante Santo, que fica a pouco mais de um km.
Ter um metro em Loures era fundamental, pois é o único concelho da Área metropolitana de Lisboa não servida por um transporte pesado, mas os governantes não querem saber. A carris tem feito um "upgrade" louvável à sua frota, cobre a cidade toda e a recente instalação dos painés informativos com o tempo que demora a chegar o autocarro torna-o um bom meio de transporte à noite ou quando há pouco trânsito, mas a sua frequência é demasiado pequena para a paciência das pessoas.
Quanto a transportes nocturnos em Lisboa, são para esquecer, para não dizer perigosos. Alguém já experimentou apanhar um autocarro no Cais do Sodré às 3 da manhã? Quem não tem carro ou não sai à noite ou é obrigado a desembolsar pó taxi.
Por isso, dificilmente o tráfego automóvel em Lisboa não deixará de crescer nos próximos anos, a um ritmo mais rápido do que o crescimento das redes de transportes públicos. Sobretudo o metro. O carro continuará a ser o meio oficial de transporte dos lisboetas por muitos e bons anos.

Espanha

A Espanha está de facto sempre um passo ou mais à frente de nós! Agora até já têm low-costs intercontinentais, como a Air Madrid, o que permite ligar Madrid a todas as cidades da América Latina a preços mais em conta. Começo a perceber o que o editor do Expresso Economia, o Nicolau Santos, dizia no outro dia, que a Espanha tem uma estratégia de afirmação internacional.
Por cá, nós nem sequer temos uma única low-cost. A Polónia, a República Checa e a Eslováquia, novos mebros da UE, já todas avançaram nesse sentido. E ter boas ligações aéreas low-cost com o resto da Europa, para começar, é a melhor maneira de esbatermos a nossa periferia. Não é um TGV que vai mudar as coisas...