Think Tank Tuga

Sunday, May 01, 2005

Transportes públicos

Temos a mania de nos queixarmos dos transportes públicos de Lisboa e Grande Lisboa. Vamos lá a ver, se eu tivesse que dar uma pontuação global seria, à antiga, um suficiente menos. E isto porquê? O metro é de facto óptimo, mas a rede é muito pequena para o que poderia ser. E dado o trânsito infernal de Lisboa, era o meio de transporte ideal. Irão demorar várias décadas até que tenhamos uma rede de jeito. É ridículo, por exemplo, eu ter de sair no rato e esperar dez minutos por um autocarro para chegar à Infante Santo, que fica a pouco mais de um km.
Ter um metro em Loures era fundamental, pois é o único concelho da Área metropolitana de Lisboa não servida por um transporte pesado, mas os governantes não querem saber. A carris tem feito um "upgrade" louvável à sua frota, cobre a cidade toda e a recente instalação dos painés informativos com o tempo que demora a chegar o autocarro torna-o um bom meio de transporte à noite ou quando há pouco trânsito, mas a sua frequência é demasiado pequena para a paciência das pessoas.
Quanto a transportes nocturnos em Lisboa, são para esquecer, para não dizer perigosos. Alguém já experimentou apanhar um autocarro no Cais do Sodré às 3 da manhã? Quem não tem carro ou não sai à noite ou é obrigado a desembolsar pó taxi.
Por isso, dificilmente o tráfego automóvel em Lisboa não deixará de crescer nos próximos anos, a um ritmo mais rápido do que o crescimento das redes de transportes públicos. Sobretudo o metro. O carro continuará a ser o meio oficial de transporte dos lisboetas por muitos e bons anos.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home